GEOMETRIA DESCRITIVA

          
          Boa Madrugada! 2/8/2014 - 5:50:33

AULA 19T          "POLIEDROS REGULARES"

VEJA ESTA PÁGINA : SEM FRAMES

DEFINIÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE POLIEDROS

           Do grego - poly (muitas) + edro (face). Os poliedros fazem parte do pensamento grego, foram estudados pelos grandes filósofos da antiguidade e tomaram parte nas suas teorias sobre o universo. Diz-se poliedro todo sólido limitado por polígonos planos. Os polígonos, chamados faces do poliedro, são colocados lado a lado, não pertencentes ao mesmo plano, definindo um trecho fechado no espaço. O ângulo entre duas faces é chamado ângulo diedro. Os lados são chamados arestas do poliedro. Os vértices dos polígonos coincidem com os vértices do poliedro. As arestas que saem de um mesmo vértice formam um ângulo sólido do poliedro. Os sólidos geométricos ou poliedros podem ter qualquer configuração desde que fechem um espaço, criando um volume.

Os poliedros são divididos em três grupos:

I - Os regulares (tetraedro, hexaedro, octaedro, dodecaedro, icosaedro)
II - Os semi-regulares (tetratroncoedro, cuboctatroncoedros, dodecaicositroncoedros)
III - Os irregulares (pirâmides e prismas)

Os poliedros também se classificam em:
I - Os convexos
II - O côncavos

          Sabe-se que um plano divide o espaço tridimensional em duas regiões. Admita-se o poliedro em uma dessas regiões e verifique-se se o mesmo se mantém todo nessa região, qualquer que seja a face que pertença ao plano. Se isso acontecer, o poliedro chama-se convexo, do contrário, será côncavo.

POLIEDROS REGULARES

           São os poliedros cujas faces são polígonos regulares iguais entre si, e cujos ângulos poliédricos são todos iguais.

           Os poliedros regulares classificam-se em:

I - Convexos: tetraedro (quatro faces), hexaedro (seis faces), octaedro (oito faces), dodecaedro (doze faces) e icosaedro (vinte faces)

II - Estrelados: dodecaedro e icosaedro

POLIEDROS REGULARES CONVEXOS

           Os poliedros regulares convexos são também conhecidos como platônicos. São assim chamados por terem sido estudados e divulgados por Platão. São também conhecidos como regulares pois todas as faces, ângulos e ângulos entre as faces serem sempre os mesmos. Veremos a seguir o porquê. Todo ângulo sólido tem que ter um mínimo de três faces, com ângulos de face cuja soma seja menor que 360°. Analisando os polígonos regulares vemos que os possíveis geradores de ângulos sólidos são os de ângulo interno menor que 120°, ou seja: o triângulo (60°), o quadrado (90°) e o pentágono (108°). Portanto, os polígonos regulares que formam os (5) poliedros regulares são o triângulo, o quadrado e o pentágono. Os sólidos platônicos são encontrados na natureza: são as estruturas das radidarias (plarctons marinhos).

TETRAEDRO

           O tetraedro é sem dúvida o pai de toda a família de poliedro. A partir dele se fazem todos os demais. É o primeiro sólido regular, é um sólido nuclear pois não tem uma diagonal completa.

Vértices = 4
Arestas = 6
Faces = 4 triângulos equiláteros
Ângulo diedro = 70°32'
Ângulo central = 109°28'
Altura = 0,8164965 A


Raio da Insfera = 0,2041 A
Raio da Meiasfera = 0,3536 A
Raio da Circunsfera = 0,6124 A
Superfície = 1,7321 A2
Volume = 0,1179 A3


HEXAEDRO OU CUBO

           O hexaedro é composto de 6 quadrados. O cubo é um sólido sociável. Ele pode ser aglomerado perfeitamente, isto é, podemos juntar cubos sem que sobrem espaços vazios. É a modulação básica das nossas construções atuais. Isso não quer dizer que seja a maneira mais econômica de aglomeração.

Vértices = 8
Arestas = 12
Faces = 6 quadrados Ângulo diedro = 90°
Ângulo central = 70°32'


Raio da Insfera = 0,5 A
Raio da Meiasfera = 0,7071 A
Raio da Circunsfera = 0,8660 A
Superfície = 6 A2
Volume = A3


OCTAEDRO

           O octaedro é composto de seis triângulos equiláteros. Pode ser visto como um antiprisma de base triangular, ou como duas pirâmides de base quadrada, acopladas pelas bases.

Vértices = 6
Arestas = 12
Faces = 8 triângulos equiláteros
Ângulo diedro = 109°28'
Ângulo central = 90°


Raio da Insfera = 0,4082 A
Raio da Meiasfera = 0,5 A
Raio da Circunsfera = 0,7071 A
Superfície = 3,4641 A2
Volume = 0,4714 A3


DODECAEDRO

           O dodecaedro é composto de 12 pentágonos.

Vértices = 12
Arestas = 20
Faces = 12 pentágonos Ângulo diedro = 116°34'
Ângulo central = 41°49'


Raio da Insfera = 1,1135 A
Raio da Meiasfera = 1,3092 A
Raio da Circunsfera = 1,4013 A
Superfície = 20,6457 A2
Volume = 7,6631 A3


ICOSAEDRO

           O icosaedro é composto de 20 triângulos equiláteros. O icosaedro é usado como base fundamental para geração da ampla maioria das coberturas geodésicas.

Vértices = 12
Arestas = 30
Faces = 20 triângulos equiláteros

Ângulo diedro = 138°11'
Ângulo central = 63°26'


Raio da Insfera = 0,7558 A
Raio da Meiasfera = 0,8090 A
Raio da Circunsfera = 0,9511 A
Volume = 7,6631 A3
Superfície = 20,6457 A2


TABELA DE POLIEDROS REGULARES

Poliedros Regulares Número de faces por vértice Faces Vértices Arestas
Tetraedro 3 4F3 4 6
Hexaedro 3 6F4 8 12
Octaedro 4 8F3 6 12
Dodecaedro 3 12F5 20 30
Icosaedro 3 20F3 12 30

POR QUE SÃO APENAS 5?

           A demonstração matemática da limitação do número de poliedros regulares considera que:

Se

f = número de lados de cada face
F = número de faces
v = número de arestas de cada vértice
V = número de vértices
A = número de arestas

Temos:

F x f = 2 A
V x v = 2 A

Como
A + 2 = F + V

Temos A = F x f/2
V = 2A / v = F x f / v

Substituindo na equação temos: (F x f / 2) = (F x f / v) + F ou F = 4v / (2v + 2f / f x v)

"F" tem que ser inteiro e "f" e "v" tem que ser inteiros e iguais ou maiores que três. Quando f = 3 (triângulos) temos F=4v / (6 - v)

V = 3 F = 4 (tetraedro)
V = 4 F = 8 (octaedro)
V = 5 F = 20 (icosaedro)

Quando f = 4 (quadrados) temos F = 2v / (4 - v)

V = 3 F = 6 (cubo)

Quando f = 5 (pentágonos) temos F = 4v / (10 - 3v)

V = 3 F = 12 (dodecaedro)

           Quando do ponto central dos poliedros projetamos seus vértices e arestas sobre a esfera circunscrita, as linhas projetantes definem ângulos sólidos que têm por vértice o centro do poliedro. Há inter-relação entre os poliedros regulares, uns engedram-se aos outros, seja por seção de planos, seja interligando pontos definidos das arestas ou das faces. De cada um é sempre possível se obter os demais. Nas projeções dos poliedros regulares fica claro que todos têm projeções de simetrias de dois e de três eixos.
           O tetraedro só tem esses eixos de simetria em suas projeções. O cubo e o octaedro têm também projeções com quatro eixos de simetria. Os icosaedro e dodecaedro têm projeções com cinco eixos de simetria. Mas só faz sentido para projeções, embora seja uma forma de análise. O que mais caracteriza os poliedros regulares, é a igualdade de todas as suas faces, porém suas principais propriedades morfológicas são as seguintes:
           1. Todo poliedro regular é inscritível e circunscritível em uma esfera.
           2. Todo poliedro regular pode ser decomposto em um número de pirâmides regulares igual ao seu número de faces.
           3. Os ângulos poliédricos que têm como vértice comum o centro das esferas inscritas e circunscritas a um poliedro regular e por arestas os raios da esfera circunscrita que vão aos vértices, dividem as superfícies esféricas em polígonos esféricos regulares e iguais.
POLIEDROS REGULARES ESTRELADOS

     São poliedros que seguem a definição de poliedro regular e ao mesmo tempo a definição de poliedro estrelado. Além de ter todos os ângulos sólidos iguais entre si e as faces também iguais entre si, é seccionado por qualquer dos planos de suas faces.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

LOTUFO, Vitor Amaral e LOPES, João Marcos de Almeida (1982). Geodésicas & CIA. São Paulo: Projeto editores associados Ltda.

MARTINEZ, Emilio Diaz. Poliedros Semirregulares - I Parte - Poliedros Equiangulos. Sevilla: Escuela Tecnica Superior de Arquitectura de La Universidad de Sevilla.

SÁ, Ricardo Cunha da Costa e (1982). Edros. São José dos Campos.

SCHATTSCHNEIDER, Dóris e WALKER, Wallace (1991). Caleidociclos de M. C. Escher. Köln: Benedikt Taschen Verlag GmbH.

CRÉDITOS

Página construída por Maria Bernadete Barison (Profa. do Depto. de Mat-UEL). Versão para impressão construída por Junior Francisco Dias (aluno de Matemática - UEL).

 
1T Sistemas de Projeções
2T Perspectivas
3T Método de Monge
4T Estudo do Ponto
5T Estudo da
Reta
6T Estudo do Plano
7T Rotação
8T Segmentos
9T Mudança de Planos
10T Rebatimento
11T Prisma
12T Cilindro
13T Pirâmide
14T Cone
15T Esfera
16T Sup. Curva de Revol.
17T Sup. Não Desenvovíveis
18T Inters. de Superf.

19T Poliedros Regulares

Definição
Classificação
Os 5 Regulares
Tabela
Por que apenas 5 ?

impressão em PDF

20T Poliedros SemiRegurales
21T Poliedros Iregurales